+55 11 99882-2237

O Profissional de Governança Corporativa e seu posicionamento estratégico com a alta administração.

O Profissional de Governança Corporativa e seu posicionamento estratégico com a alta administração.

Profissional de Governança Corporativa é aquele que atua como “ponte” do Conselho para as outras áreas. Em algumas empresas ele pode ser ligado ao Conselho e pertencer a gestão, ou ainda, permanecer na estrutura do Conselho e levar as deliberações do mesmo para a gestão. A recomendação do IBGC é para que ele seja ligado ao Conselho, garantindo uma maior autonomia.

Precisam ter bom fluxo entre as áreas para facilitar as tratativas dos temas definidos pela alta administração. Eles assessoram as reuniões do Conselho, dos comitês, elaborando os documentos próprios tais como, regimento interno, politicas, código de Governança, acordo de acionistas (ou de sócios), organizando todo o trâmite para que as reuniões se realizem.

Espera-se que esse profissional de Governança tenha um perfil articulado, dinâmico e imparcial, entenda de business, que seja estratégico, dinâmico, tenha desenvoltura profissional, inteligência emocional e muito jogo de cintura. Essa visão o ajudará no assessoramento ao Conselho, uma vez que ele pode e deve filtrar qualquer documento e/ou sugestões de pautas que não estejam a contento para serem tratadas nas reuniões mensais da alta administração.

O profissional de Governança teve seu escopo ampliado ao longo dos anos e sua atuação além de necessária, tornou-se fundamental na estrutura de governança.

O papel desse profissional é aproveitado pela facilidade de navegar em todas as áreas com o intuito de contribuir para o tratamento dos problemas existentes, melhorando, assim, o trabalho da gestão e do Conselho.
O tamanho da empresa não importa. A presença de um profissional dessa natureza se faz necessária tanto em uma empresa S/A quanto numa empresa familiar de pequeno porte, para que a Governança e suas
melhores práticas solidifiquem-se. Evidente que tanto o escopo quanto o desempenho, desse profissional, mudam muito de acordo com as atribuições, mas a maneira de condução é somente uma. Ele leva fluidez aos assuntos e ajuda no processo, seja qual for o quadro apresentado.

Esse profissional ficará responsável pela secretaria de Governança, onde os documentos e todas as informações confidenciais da empresa ficam centralizadas.

Como encontrar um profissional correto para a sua Cia? Isso depende de muitos fatores. Vamos analisar alguns.

É um profissional atento a todos os detalhes e a tudo que o Conselho trata e precisa.

Esse profissional precisa de muitas informações para que possa exercer de forma íntegra e satisfatória a sua função. Alguns são escolhidos por já estarem na empresa há muitos anos e conhecerem sua história. Também ocorre de secretárias ou advogados serem direcionados para fazerem esse trabalho, que começa sempre com a organização das reuniões, pautas e atas, até que esse profissional possa absorver de forma natural as outras funções. Muitas empresas buscam profissional pronto e os procuram no mercado para que possam, de forma imediata, executar as funções na qual possuem experiência.

Em todos os tipos e tamanhos de organizações empresariais o profissional de Governança deverá ser imparcial, como também deverá sinalizar aos membros do Conselho sempre que algo não esteja em alinhamento com as melhores práticas de Governança, com muita sutileza, para que as relações continuem em total harmonia.

O profissional de Governança Corporativa, que desempenha a função numa Cia aberta por exemplo, possui um viés muito mais amplo. Além de dar suporte às reuniões de Conselho, comitês, às assembleias e suprir toda e qualquer necessidade dos Stakeholders, precisam ter conhecimento amplo em legislação (societário), relação com investidores, compliance, gerenciamento de riscos, Governança Corporativa, controles internos e estar atento às exigências dos órgãos reguladores. Por mais que esse profissional não possua o poder de decisão, ele mostra as possibilidades, busca o melhor entendimento e ajuste do Conselho e das áreas envolvidas, sobre o momento especifico e, somente depois de autorizado, ele envia para execução.

E, porque uma empresa deverá ter um profissional desse na sua estrutura?

As empresas que possuem uma área de Secretaria de Governança e um profissional que tome conta dela, conseguem ter mais benefícios no
desenvolvimento e na melhoria da imagem da empresa e das melhores práticas. Observa-se ainda que, alguns profissionais que estão no mercado, acabaram incorporando às suas atividades, outras de grande valor, e em muitos casos, promoveram atividades de educação contínua para os envolvidos na estrutura da Governança e conseguiram com esse processo, agregar mais atividades para o seu posicionamento estratégico na empresa. Melhoraram, ainda, o processo das avaliações anuais dos Conselhos e dos Conselheiros, com mais recursos, promovendo esclarecimentos de modo satisfatório para aqueles que ainda não estão ambientados com as melhores práticas de Governança.

Desse modo e por todos os pontos tratados, vemos claramente que esse profissional se torna essencial na estrutura da Governança Corporativa de toda e qualquer empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo deste site é protegido. Para obter autorização do conteúdo, envie um e-mail para [email protected]
× Chat via WhatsApp